Power ON!!

Está no ar o nosso mais novo blog. Desta vez, com uma pegada bem pessoal, afinal, gosto muito de video games e não tinha onde escrever. Agora, além de um lugar para escrever, um lugar para compartilhar o que mais tem de legal no mundo dos games. Desde meus 11 anos (senta que lá vem história), sempre fui muito ligado à video games. O meu SNES, que ganhei do meu pai na época, me deu muitas alegrias. Cheguei a ter, também, uma Super Scope (quem lembra?) com 2 jogos. Também aproveitava quando ia na casa dos meus primos, que tinham Mega Drive, e nos vizinhos, que tinham um Master System e um Atari 5800.

Logo que saiu, pulei para um PlayStation. Console no qual entrei para o mundo dos saudosos 32 bits. Mas o que eu era apaixonado mesmo era o 3DO FZ-10, que tinha na antiga locadora Game Land, aqui em Guarapari (Essa locadora essa  fez uma competição uma vez para premiar quem alugava mais cartuchos e eu fiquei em 3º lugar, com 93 cartuchos de SNES alugados). Por conta disso, assim que foi lançado, troquei-0 por um Nintendo 64 (quase comprei um novamente dia desses) e imergi nas dezenas de jogos *64 que foram lançados. Mas me decepcionei quanto ao valor dos jogos que, na época, valiam quase 1 salário mínimo.

Por isso, voltei para o PlayStation e cheguei a ter 60 jogos para o console. Até passar por uma crise financeira e vender tudo. Tinha também uma coleção absurda de revistas, inclusive, a primeira Super Game Power. No total, juntando todas as Ação Games, Super Game Power, Nintendo World e algumas gringas como a Eletronic Gaming Montly, o estoque batia em quase 300 unidades.

Sim, eu era muito fanático por video games.

Depois disso, fiquei muito tempo sem console nenhum, jogando apenas alguma coisinha no PC, mas nada demais como, por exemplo, Rom’s dos jogos que eu tinha quando novo. Nesse meio tempo, também, comprei um Gameboy Advance, mas não lembro o que diabo fiz com ele. Não sei se vendi, perdi ou fui afanado.

Em 2008, comprei um X-Box, com 10 jogos. Logo me desfiz dele e continuei sem jogar nada até fazer um upgrade no meu PC, que me permitiu jogar coisas mais elaboradas como Street Fighter 4 e Fifa 11. Somente agora em Março deste ano que comprei um X-Box 360 e estou impressionado como o quanto é foda o Mortal Kombat.

Resumindo, o Meia Lua e Soco será isso: um lugar para compartilhar o que vejo e o que acho sobre o mundo dos games e consoles.

Seja bem vindo!

Ah sim, não expliquei o por que do nome “Meia Lua e Soco”. É simples: É um golpe que, além de ser um dos mais emblemáticos dos games é, também, o mais usado em quase todos eles! Entendeu? ; )


Quem é Rogério Lima

veja todos os seus posts

Gamer desde os 11 anos, quando ganhou seu SNES e fanático por informação desde a N.º 1 da Super Game Power. Aos 33, é colecionador de jogos e consoles, os quais guarda com carinho.