Meu Fliperama – Press Start

Dias atrás fui surpreendido pelo meu pai para ir ver o “seu fusca”. Desde quando meu pai tinha um fusca?

Um senhor de quase 60 anos, sem muitas ambições e sem poder viajar devido ao seu tratamento de hemodiálise precisava de um hobby. E para ocupar seu tempo vago e gastar o seu dinheiro ganho arduamente, ele escolheu restaurar um Volkswagen Fusca 1972.

Tocado por essa atitude do meu velho, resolvi que precisava de um hobby também. Não tinha dinheiro para iniciar a restauração de um veículo, físico para participar das atividade de airsoft (embora ainda tenha o desejo de praticar) e nem companhia para aeromodelismo, resolvi fazer coisas que sempre curti (e fazia na gambiarra) que é marcenaria, eletrônica e alguma coisa de programação. Mas como unir os três hobbies em um só? Bom, pelo título deu pra perceber que resolvi montar um gabinete de fliperama.

A idéia inicial é montar um gabinete 3×1. Usar como fliperama normal na minha área de churrasco, remover a base dos controles para transporta-lo para casa dos amigos sem abrir mão do “modo fliperama” e também conseguir transportar o “hardware” de forma bastante portátil para jogar no quarto, com controles USB.

Como tudo vai ser feito na raça (não pretendo comprar nada pronto – a partir do raspberry pi, vocês entenderam) resolvi desenvolver o projeto por partes. Como nunca comprei nada desse tipo na China, iniciei comprando um kit starter do Raspberry pi 3 no Aliexpress e vou tentar deixa-lo completamente funcional com controles USB. A partir dai montarei os controles com manche e por ultimo um gabinete com monitor incluído.

Se tudo der certo, pretendo testar até modelos slim como os dos Custom Arcade.

20141208162329-arcadestick01


Quem é Lucas Lima

veja todos os seus posts

Conhecido no twitter como @treta, também é autor no blog de bebida Etílicos.com. Só não está jogando quando está no bar.